domingo, 13 de julho de 2008

Atualizei o post sobre as caracteristicas do Barbo Sumatra.


Clique na imagem para ampliar


Adicionei:
  • Algumas coisas que achei relevante sobre minha esperiência como os barbos sumatra.
  • Link para fotos de outros aquaristas que utilizaram barbos em suas montagens.
  • Link para vídeos do Youtube onde aparecem Barbos nadando, comendo brigando, etc...
  • Link para um site com descrições do seu habitat natural.
Clique aqui para visualizar


Se você conhece de alguém que tenha aquário com barbos ou tem alguma informação sobre a espécie, que ainda não tenha sido mencionada e puder me avisar ficarei grato.

Tenho um amigo que gostaria de estimar a idade dos seus barbos, se alguém souber como, me avise.


.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

MUSGO - morte e ressurreição

Hoje faz dois meses que não posto nenhuma novidade aqui, seja por falta de tempo ou por ter ficado desanimado com relação ao que aconteceu com o musgo ou por não conseguir controlar a água verde que tomou conta do aquário já que não tinha mais o musgo para consumir os nutrientes, etc...

Abaixo relatarei tudo que lebro destes últimos dois meses.

Logo, depois de ter praticamente desmontado o layout para retirar o substrato, coloquei as pedras com musgo em outro aquário para que o musgo se desenvolvessem sem a interferencia dos peixes. Passado mais ou menos 2 semanas já dava para perceber que o musgo estava se desenvolvendo bem no outro aquário, dai vem a parte chata da história, como eu fiquei com preguiça de tampar esse aquário com tela de mosqueteiro (tule), logo reparei que larvas de mosquito estavam se proliferando, então comprei a tela o tule e fiz uma espécie de tela para que os mosquitos que por ventura viessem a ganhar assas não pudessem sair e consequentemente morrer...

Bom, mas isso estava acontecendo na época do surto de dengue no Rio de Janeiro, logo, quando minha irmã viu os mosquitinhos voando dentro do aquário ficou histérica, chegava a imaginar os mosquito picando ela, até ai tudo bem né... mas isso contagiou minha mãe que ficava me enxendo o saco... mas eu dizia que os mosquitos estavam presos e que iriam morrer.

Então chega a bendita quinta-feira da 3ª semana... onde rolou um climinha aqui em casa por causa dos mosquitinhos. Onde a discussão rolava em torno do porque que eu ainda não havia matado os mosquitos, então resolvi encher o aquário por completo para afogar os mosquitos que ainda estavam vivos e assim poder lavar o aquário pois ainda teria os ovos...

Como era noite resolvi dormir, mas já tinha na cabeça o que faria no dia seguinte para resolver o problema. A idéia era colocar 1 ou 2 barbos dentro do aquário para que assim tudos se resolvesse de forma natural sem envolver qualquer química.

A morte do Musgo

Como normamente durmo muito tarde, acordo muito tarde, no dia seguinte (sexta-feira), acordei por volta das 11:00 da manhã, e logo encontro minha mãe que me diz: "acabei com sua criação de mosquito... quero ver eles sobreviverem agora... joguei água sanitária dentro do aquário...".

Me deu um aperto no coração, a unica reação que tive foi dizer: "você é louca". e corri com a mangueira e baldes para esvaziar o aquário e tentar salva os musgos... o pior nisso tudo era a sensação de impotência, pois nem poder mandar a pessoa para aquele lugar eu podia...

Então ao retirar toda água reparei que o musgo estava branco, naquele momento me subiu uma raiva tão grande (eu tava irado), que eu tive que sair de casa para não fazer merda... (não me perguntem pra onde eu fui nem o que eu fiz nesse dia, sei lá...). Só voltei a noite...

Eu só conseguia pensar em uma coisa, eu tive que esperar 4 anos para ver uma porçãozinha de musgo crescer o suficiente e agora tudo estáva perdido...

Não havia mais o que fazer, não tinha nada mais a ser dito ou explicado, confesso que fiquei sem chão, como alguém que está a tanto tempo acompanhando minha dedicação a esses aquários faz isso, e minha irmã ainda a alertou para não fazer, agora so me restava pensar em alguma solução para tal problema, mas como substituir tanto musgo? Eram 50 pedras, provavelmente cada uma consumiu uma porção destas que se vende nas lojas por R$10,00. Total do prejuizo R$500,00 reais

Mas o pior de tudo mesmo é que minha raiva não passava, mesmo sabendo que eram apenas plantas, a raiva não dissipava... levei pelo menos 3 semanas para voltar a falar com minha mãe...

No decorrer destas 3 semanas as pedras com o musgo tinham ficado dentro d'agua, e até então nada acontecia...

A ressurreição do Musgo

Um mês se passou eu ainda não tinha solucionado o problema, até que me veio a cabeça , tentar ressucitar o musgo. Já tinha lido em um fórum que o musgo de não lembro quem, mesmo depois de seco, ao ficar na água, voltou a vida... eu não tinha nada a perder, então coloquei umas pedras no aquário principal, e estas por lá ficaram sob melhor luz que a do outro aqua.

Acho que uma semana foi suficiente para notar a primeira ponta a nascer... imaginem a minha cara de alegria... imediatamente separei as pedras que estavam menos afetadas e as coloquei no aquário principal, estas últimas já apresentavam pontas novinhas, agora era necessário paciência, só aproveitei 22 pedras. Minha sorte é que, tive que colocar metada das pedras no aqua de 70L e a outra metade em vasilhas de lástico. Como a proporção de água para a quantidade de água sanitária era menor nas vasilhas, ali o musgo foi perda total... no aquário de 70L o musgo ficou desbotado mas ainda tinha leve cor verde e foi dai que tirei as melhores pedras...

Infelizmente meu desanimo foi tão grande que nem foto das pedras eu tirei (foi triste).

Mas enfim, problema aparentemente resolvido, comprei algumas plantas sugeridas nos fóruns em especial as que o Erivaldo Casado tinha sugerido e bola pra frente.

Eu falo demais, e já está tarde, amanhã eu tento colocar fotos e explicar outro problema que aconteceu após reinserir as pedras no aquário principal...


.

Útlimos comentários